Blog

ESCALA PARA A IDENTIFICAÇÃO DE DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM (EIDA)

É um facto incontornável que, dentro do espectro dos problemas de aprendizagem significativos, as dificuldades de aprendizagem são a condição mais prevalente entre as crianças e jovens em idade escolar, com idades compreendidas entre os 5 e os 18 anos. No nosso país estima-se que mais de 75000 crianças e jovens possuam dificuldades de aprendizagem, sendo cerca de pelo menos 80% dessa estimativa, crianças e jovens com dislexia. Não admira, portanto, que esta condição seja um grande fator de preocupação entre professores, outros agentes educativos e pais.
A Escala para a Identificação de Dificuldades de Aprendizagem (EIDA) é um instrumento informal composto por um conjunto de itens elaborado de acordo com os resultados da investigação mais recente, da literatura teórico-prática existente e da experiência do autor no campo das dificuldades de aprendizagem. Os itens estão organizados em sete domínios de processamento: Processamento Linguístico, Processamento Auditivo, Processamento Visual, Processamento Visual-Motor, Processamento Motor, Processamento Matemático e Processamento Socioemocional, traduzindo-se os resultados da avaliação destes domínios num perfil de realização do aluno em três áreas essências, leitura, escrita e matemática e, ainda, na compreensão de quaisquer problemas do foro socioemocional que esse aluno possa apresentar. Deste modo, face aos resultados da avaliação do aluno com possíveis dificuldades de aprendizagem, o manual da Escala dá ainda ao professor informação sobre as capacidades (áreas fortes) e necessidades (áreas fracas) desse aluno, permitindo-lhe desenvolver uma intervenção adequada que tenha por base essas mesmas capacidades e necessidades.
Finalmente, a EIDA foi elaborada tendo em conta esta premissa, ou seja, a necessidade premente de se desenvolver um instrumento de observação/avaliação, fiável, de fácil administração e bastante económico quando comparado com outros instrumentos de avaliação, que pudesse responder às necessidades dos alunos com dificuldades de aprendizagem.